18/09/13

HiPhone? Como descobrir se um iPhone e seus acessórios são falsos.

Trambiqueiros faturam aproximadamente US$ 700 bilhões (cerca de R$ 1,5 trilhão) todos os anos com produtos falsificados, de acordo com pesquisa da The Counterfeit Report, instituição especializada em localizar falsificações mundo afora. Produtos eletrônicos também são largamente falsificados, incluindo celulares - até mesmo os mais sofisticados, como o iPhone. Os eletrônicos falsificados não são testados, usualmente não cumprem os requisitos de segurança e, por isso, podem ser bastante perigosos. Recentemente, por exemplo, duas pessoas na China morreram eletrocutadas por supostamente estarem usando carregadores falsificados de celular.

Muitas vezes, as falsificações são praticamente perfeitas, e um consumidor menos atento pode terminar comprando gato por lebre. Mas há algumas características que denunciam o logro. É importante estar atento, além de conhecer as ferramentas que podem ajudar o consumidor a descobrir se um produto é autêntico ou não. Veja algumas falsificações mais comuns e as dicas de como evita-las.

1 - iPhone clonado
Cada iPhone fabricado pela Apple recebe um número único de identificação, uma espécie de número de identidade para cada aparelho conhecido como serial number. Este número permite identificar, por exemplo, para qual país o aparelho foi direcionado e qual a operadora que o comercializou. Se houver dois aparelhos com o mesmo número serial, é certo que um, ou ambos, são falsificados. Para saber se o iPhone que você pretende comprar é autêntico, basta acessar o site https://selfsolve.apple.com/GetWarranty.do e checar o serial number do aparelho.  Esse número estará impresso na parte de trás da embalagem.

iPhones clonados, com serial numbers idênticos

2 - Carregador e adaptador USB
Na parte de baixo de um produto legítimo, você encontrará a frase " Designed by Apple in California." Já os modelos falsificados trarão grafias bizarras, como "Applg" ao invés de Apple, "Designd" no lugar de Designed ou "Califrnia" em vez de "California".

Carregador falsificado, da marca "Applg"?!
3 - Marca similar
Para enganar os menos atentos, alguns espertalhões criam modelos muito similares ao iPhone, com nomes parecidos com o original. O mais conhecido é o HiPhone, que não passa de uma cópia tosca e mal acabada do original. A semelhança é apenas visual. O hardware é um fracasso total, com péssimo desempenho. O famoso parece, mas não é.

iPhone x HiPhone: qualquer semelhança é mera coincidência
4 - Carcaça vazia
Esta é a mais tosca falsificação já inventada pela humanidade. Por fora, a carcaça é muito similar à do iPhone - em alguns casos, é até mesmo original, reaproveitada de um aparelho com defeito. Mas por dentro, não há nada. As peças foram todas retiradas, restando apenas um letreiro translúcido e uma luz por trás que imita a indicação de "low battery". Veja o vídeo para entender. Quando for comprar seu iPhone, faça questão de abrir a caixa e testar o aparelho.






13/09/13

HTC Harmony Windows Phone pode ser o próximo lançamento da HTC

A HTC, empresa taiwanesa de tecnologia, deve lançar em breve seu novo modelo, provisoriamente batizado de HTC Harmony. O aparelho rodará o Windows Phone terá a mesma tela Super LCD de 4.7 polegadas que equipa o HTC One, que roda Android. O display, contudo, será mais poderoso, com resolução de 1920 x 1080 e densidade de 468ppi. Outras especificações incluiriam 2GB de RAM e 32GB de espaço interno de armazenamento. O processador deve ser um Qualcomm Snapdragon 600.

HTC Harmony

A estratégia adotada pela HTC, ao que tudo indica, é ampliar a oferta do seu aclamado HTC One, que foi muito bem recebido pelo mercado. Aproveitando o sucesso do modelo, a HTC já lançou o HTC One Mini e deve lançar em breve não apenas o HTC Harmony, mas também o HTC One Max.

Huawei mantém seu casamento com o Windows Phone

Depois da compra da divisão móvel da Nokia pela Microsoft, muitas dúvidas surgiram quanto ao futuro do Windows Phone. Hoje a Nokia já domina entre 80% e 90% do mercado mundial de Windows Phone - portanto, a grande questão é se restará espaço para outras empresas ou se a Nokia passará a exercer o monopólio sobre a plataforma.

Huawei Windows Phone

Se depender da Huawei, este casamento vai continuar por um longo tempo. Richard Ren, diretor da divisão europeia da Huawei, declarou hoje que a empresa continuará desenvolvendo smartphones rodando Windows Phone e que lançará novos produtos para a plataforma. Ren também afirmou que a Huawei continuará sendo uma parceira estratégica da Microsoft no mercado móvel.

Mas, como sabemos, a Huawei é bígama, e mantém um casamento frutífero com a plataforma Android. Um bom exemplo é o Huawei Ascend Mate, que roda Android e tem uma charmosíssima tela de 6 polegadas. Com o lançamento recente do Nokia Lumia 1520, com sua tela gigante, aparentemente a limitação de tamanho desta plataforma acaba de desaparecer. Portanto, é de se esperar que o Ascend Mate ganhe uma versão Windows Phone também - e que futuros lançamentos Windows Phone da Huawei tenham telas maiores, a exemplo do Nokia Lumia 1520.



De fato, a Microsoft não deverá ter interesse, ao menos no curto prazo, de desfazer sua relação com a Huawei. Isso porque a China tem sido um grande percado para o Windows Phone, e a Huawei pode ajudar a manter esta presença da Microsoft no mercado chinês.

BlackBerry Aristo Z30 vem aí, mas para onde vai a BlackBerry?

Em meio aos contínuos lançamentos de smartphones, especialmente pela Apple e pela Samsung, e com a compra da divisão móvel da Nokia pela Microsoft, uma pergunta fica no ar: para onde vai a BlackBerry? A empresa parece ter perdido há tempos a capacidade de inovar, e o mercado já não espera mais grandes novidades da canadense que já foi uma referência, especialmente no mundo corporativo.

BlackBerry Aristo Z30

Talvez a pergunta seja respondida, ao menos em parte, no próximo dia 18 de setembro. Em eventos simultâneos na França, na Índia e na distante Malásia, a BlackBerry deve anunciar novidades. Especula-se que, nestes eventos, será lançado o BlackBerry Aristo Z30, novo smartphone da empresa que, na prática, pode ser o último lance desse jogo. Se emplacar, a BlackBerry ganha uma sobrevida e pode até ser vendida a um preço atraente. Se falhar, pode ser o fim da lendária companhia.

Mas o que seria este tal BlackBerry Aristo Z30 (Aristo de "aristocrático"?). Especula-se que o modelo teria uma tela OLED de 5 polegadas com resolução de 720 x 1280. Essa tela seria do modelo OTCA, recentemente desenvolvida pela Samsung, permitindo que o Aristo Z30 fosse o modelo de menor espessura da empresa, com meros 8.5 mm. O processador seria dual-core, com 2GB de RAM, 16GB de espaço interno de armazenamento, expansíveis a 32GB com cartão microSD. A bateria seria fixa, de 2800mAh. A câmera traseira seria de 8MP, capaz de captar vídeos em 1080p a 30 frames por segundo. Já a câmera dianteira seria de 2MP. O celular permitiria ainda conexão 4G.


Outra especulação, mais recente e que pode representar uma intensa guinada na estratégia da BlackBerry, é que nesta data será anunciada a mudança de plataforma dos seus celulares. A BlackBerry passaria a ocupar uma posição "híbrida" de mercado, com uma versão de plataforma capaz de rodar tanto aplicativos do iOS 6 em diante quanto do Android 4.0+.

10/09/13

Fim do mistério: iPhone 5C e iPhone 5S são lançados pela Apple.

Depois de muito mistério, a Apple finalmente fez o anúncio oficial dos seus novos modelos, o iPhone 5C e o iPhone 5S. De quebra, a gigante californiana também apresentou o seu iOS 7, novo sistema operacional que rodará em todos os iPhones da versão 4 em diante. Outras novidades também virão, incluindo uma nova versão do iTunes Radio, que tem a incrivelmente ambiciosa missão de "revolucionar o modo como descobrimos novas músicas". Um tanto de exagero, já que o aplicativo não parece oferecer nada de tão revolucionário se comparado ao Pandora e ao Rdio.

iPhone 5C verde-limão

O primeiro a ser apresentado foi o iPhone 5C - muito barulho por nada, em suma é um iPhone 5 em versão barata, com carcaça de plástico (tudo bem: policarbonato, o que não deixa de ser plástico). A grande novidade são as novas cores escalafobéticas do novo aparelho: verde-limão, rosa-vermelho, azul-céu, amarelo-cítrico e branco. A tela do aparelho é retina, de quatro polegadas. O processador é o mesmo do iPhone 5, o testado e aprovado chip A6. Mas muda a duração da bateria, que será maior do que a do iPhone 5. A câmera continua aquela mesma - nem boa de se admirar, nem ruim de se revoltar. Meros 8 megapixels, com a mesma engenharia do iPhone 5 e a capacidade de entregar umas fotos "boazinhas".

Nos Estados Unidos, o iPhone 5C custará, no plano de fidelidade de dois anos, US$ 99 (R$ 225) com 16GB e US$ 199 (R$ 453) com 32GB. As vendas mundiais devem se iniciar em meados de setembro. Até dezembro, o aparelho já deverá estar disponível em mais de 100 países, inclusive no Brasil.


iPhone 5S

Depois foi a vez de ser apresentado o iPhone 5S, primeiro smartphone do mundo a rodar em 64 bits, graças ao seu poderoso processador A7. Com isso, a Apple garante que o processamento gráfico do aparelho será 56 vezes mais veloz do que o do iPhone 5. O smartphone virá em três cores: ardósia (sic), ouro e prata, com o mesmo detalhe fosco central que caracteriza o iPhone 5.

Novas cores do iPhone 5S

Uma grande novidade do iPhone 5S é a incorporação de um novo processador de movimento no celular, capaz de indicar se o usuário está parado, andando, correndo, dirigindo, etc. A integração dessas informações com os dados produzidas pelo acelerômetro, pelo giroscópio e pelo GPS do aparelho podem ser tratados por aplicativos para os mais variados fins, o que promete ampliar a capacidade de utilização do celular para navegação, prática de esportes, monitoração de movimentos, entre outros.

A câmera do iPhone 5S, finalmente, traz avanços significativos em relação aos seus predecessores da família iPhone. Serão embutidos dois flashes de LED, o que proporciona cores mais nítidas e naturais. Há também um novo recurso, que faz múltiplos takes da mesma cena e escolhe automaticamente a que ficou melhor, descartando as demais. A captação de vídeo é HD, mas em 720p. Lógico, economia calculada, só para lançar a versão 1080p no futuro iPhone 6.

Alguns boatos não se confirmaram, mas um em especial mostrou-se verdade - o botão "home" agora é um Touch ID (identificação de toque). Falando um português mais claro, o iPhone 5S conta com um sensor biométrico de impressão digital, que permite registrar diferentes usuários e classificá-los por perfis de acesso. A biometria poderá ser usada também para substituir ou complementar a senha de acesso aos serviços do iTunes, aumentando a segurança na compra de conteúdos.

Identificação biométrica do iPhone 5S

Os preços do iPhone 5S nos Estados Unidos já foram divulgados no evento: US$ 199 (R$ 453) na versão 16GB, US$ 299 (R$ 681) na versão 32GB, e US$ 399 (R$ 909) na versão 64GB - todos os preços para o plano de fidelização de dois anos com a operadora. Os primeiros países a receber o iPhone 5S serão Alemanha, Austrália, Canadá, China, Cingapura, França, Japão e Reino Unido. Destaque para a China, que passa a integrar o seleto grupo de primeiros países a receber um lançamento da Apple, prova de que a empresa irá investir mais pesado no gigantesco mercado chinês. Até dezembro, o aparelho deverá ser lançado em mais de 100 países, incluindo mais uma vez o Brasil.

iOS 7
Até o dia 18 de setembro, todos os iPhones da versão 4 em diante, bem como iPad 2 em diante, iPad mini e iPods touch de quinta geração poderão baixar a instalar o novíssimo iOS 7. Logo de cara, uma boa notícia para quem usa o iWork: ele passará a ser de graça para toda a galera que rodar o iOS 7.

Nova "face" do iOS 7

O iOS 7 representa a mudança mais radical pela qual já passou o iOS e vem gerando brigas acaloradas desde a divulgação das versões de testes para desenvolvedores. E de fato não será um iOS para quem gosta de ficar em cima do muro: haverá os que amarão, e haverá os que odiarão. Este blog já está entre os que odeiam, o novo visual faz o iPhone parecer um brinquedo japonês Made in China.

Além das novidades já apresentadas, que incluem primordialmente um "face lift" completo, o iOS 7 trará novos recursos que incluem filtros para a câmera, no bom estilo Instagram, barra de tarefas com acesso rápido a ferramentas e uma integração com o serviço de streaming de música do iTunes Radio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Lady Gaga, Salman Khan